notícias

Fonte ESPN

quinta-feira, 9 de novembro de 2017 20:39

Advogado de Andrés vai à Justiça por erros no estatuto do Corinthians

As eleições presidenciais do Corinthians só ocorrerão em fevereiro, mas movimentam desde agora os bastidores do clube. No início do mês, João de Oliveira, advogado do ex-presidente Andrés Sanchez, acionou a Justiça e entrou com um processo expondo possíveis erros no estatuto do clube.

De acordo com a ação, são apresentadas ambiguidades no estatuto e que iriam de encontro com situações anteriormente aprovadas pelo Conselho Deliberativo.

O pedido feito pelo advogado é para abrir a possibilidade de participar das assembleias gerais no que refere, principalmente, à votação que será realizada para presidente.

Dentro do estatuto do clube, o artigo 144 presente no capítulo XII, referente às "Disposições Transitórias", cita que os associados com dois ou mais anos de clube tem direito a participarem das eleições.

No entanto, no artigo 44 do Estatuto Social, contém o dispositivo que considera essa participação condicionada somente ao sócio do Corinthians por no mínimo cinco anos. E é este artigo que foi considerado pelo Conselho do clube, impossibilitando o advogado a se fazer presente na votação.

A primeira medida de João de Oliveira foi realizar o requerimento de antecipação de tutela, que lhe daria tais direitos assegurados enquanto o processo fosse julgado na Justiça. O pedido, no entanto, foi indeferido.

Esta não é a primeira confusão que envolve o novo estatuto. A ESPN já havia noticiado no fim de setembro a existência de artigos conflitantes, dando espaço para uma possível reeleição de Roberto de Andrade, situação que havia sido impedida desde 2008.

Sobre as eleições, é praticamente certa a candidatura de Andrés Sanchez na próxima eleição para a presidência do Corinthians, e a oficialização deverá ser feita até o dia 15.

Andrés, no entanto, não é o favorito a ganhar as eleições. A disputa é considerada acirrada dentro do clube e nenhum candidato desponta como o principal a assumir o cargo.

Andrés Sanchez foi eleito presidente em outubro de 2007 e permaneceu até o meio de dezembro de 2011, dando lugar a seu sucesso Mário Gobbi. Atualmente cumpre mandato como deputado federal por São Paulo.



  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!