notícias

Fonte UOL

quarta-feira, 13 de junho de 2018 18:46

Agente de Balbuena chega a Lisboa para realizar um 'leilão'

Em alta no Corinthians, Balbuena tem o seu futuro tratado na Europa. Um de seus representantes, Augusto Paraja, desembarcou em Portugal nesta semana para discutir uma possível transferência após contatos iniciais. Entre os interessados, está o Sporting, que atravessa um caos político fora de campo e deve passar por reformulação em seu elenco. O Benfica também foi procurado e se interessou.

A princípio, os clubes pregam cautela e, em contato com o UOL Esporte, garantem que o negócio está longe de se encontrar avançado.

Um dos motivos que freiam as conversas são os altos valores envolvidos. Conforme mostrado anteriormente pela reportagem, mesmo com uma multa rescisória de 4 milhões de euros (R$ 16,7 milhões), os agentes de Balbuena sugerem no mercado que se pague até mesmo o dobro do valor estabelecido em contrato.

Essa é a uma estratégia para assegurar um ganho com luvas na transação e, assim, compensar as cifras reduzidas na venda. Não deverá ser fácil, ainda assim, atingir o objetivo com os portugueses.

Um dos exemplos citados por interlocutores é o do Sporting, que não costuma desembolsar grana elevada com empresários. Na última janela de transferências, a equipe gastou 1,2 milhão de euros (R$ 5 milhões) em comissões com Wendel, ex-Fluminense, por exemplo. Foi o maior investimento feito naquela altura, em janeiro. Nenhum outro ultrapassou os 500 mil euros (R$ 2 milhões).

A julgar pelos valores que estão sendo conversados, Balbuena e seus representantes faturariam mais de 2 milhões de euros (R$ 8,3 milhões) somente em premiação pela assinatura.

Além disso, a entrada posterior do Benfica na briga é considerada em Alvalade uma estratégia de pressão por parte do estafe do zagueiro de 26 anos. Não é a primeira vez que isso acontece nas últimas semanas: o mesmo ocorreu com o goleiro Renan Ribeiro, do Estoril, que também foi colocado na mesa dos dois times. Faz parte da disputa local.

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, sustenta que não teve muito o que fazer em relação à situação. Balbuena poderia sair de graça no fim do ano, mas renovou com o Corinthians recentemente, em tratativa longa que esticou até 2021 o contrato que terminaria em dezembro deste ano. O defensor voltaria a atuar com a camisa alvinegra somente após a paralisação do calendário de clubes para a disputa da Copa do Mundo na Rússia.

O time paulista é dono de 100% de seus direitos econômicos. O clube paulista nega ter sido informado de qualquer conversa para a transferência de Balbuena para o exterior.



  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!