notícias

Fonte G1

quinta-feira, 9 de novembro de 2017 00:27

Carille admite que quase teve de colocar atacante Jô no gol

A lesão de Walter, aos 38 minutos do segundo tempo na vitória por 1 a 0 contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, quase pegou o Corinthians desprevenido.

Isso porque, naquele momento, o técnico Fábio Carille se preparava para tirar Rodriguinho e colocar Fellipe Bastos no jogo. Seria a terceira substituição do Timão. Assim, alguém seria improvisado – o que não aconteceu pela entrada de Caíque.

Mas quem seria? Carille responde:

– Alguns de vocês devem ter observado, o Fellipe Bastos estava para entrar. Não gosto de falar sobre sorte, mas quem trabalha é abençoado. Se é no minuto seguinte, talvez eu não tivesse a substituição. Senti o Rodriguinho desgastado, já estava falando com o Fellipe. Graças a Deus por um lado, mas chateado pelo Walter. Pelo tamanho, seria o Jô no gol – afirmou Carille.

Carille falou também sobre Giovanni Augusto, o herói da vitória por 1 a 0. Em baixa durante toda a temporada, o meia substituiu Clayson na etapa final e conseguiu o gol que decidiu a partida.

– Eu não desisto de jogador. Ele fez alguns treinos pela esquerda que eu gostei demais. Conversamos e ele me falou que gosta de jogar ali, trazendo para o meio. Hoje ele foi abençoado com o gol nos ajudando com a vitória aqui em Curitiba – afirmou.

Agora com 65 pontos, o Corinthians abriu oito de vantagem para o Grêmio, novo vice-líder. Faltam cinco rodadas pela frente (15 pontos em disputa). Questionado se o time está pronto para o título, Carille manteve o discuso de preparação de jogo a jogo.

– Ficamos prontos para o jogo de hoje, agora estamos prontos para sábado. Vamos esperar acabar a rodada, mas seguimos falando de jogo a jogo – afirmou, sobre a partida diante do Avaí, em casa.

VEJA MAIS TRECHOS DA COLETIVA:

JOGO

– O rendimento nosso hoje foi muito menor do que contra a Ponte, quando perdemos, e hoje ganhamos. Se vocês falaram que o rendimento hoje não foi bom, vou concordar. Era esperado pelo que foi domingo, final de campeonato..."

RESULTADO

– Foi um jogo muito difícil, eu tinha muita preocupação com essa partida por conta da intensidade que foi o clássico. Alguns jogadores sentiram, isso foi visível. Atlético tentou pressionar em sua casa, mas saímos muito contentes com o resultado e com o desempenho pelo que aconteceu no final de semana.

TIME TITULAR NÃO TREINOU

– O campeonato é de superações o tempo todo. Não foi a primeira vez que os jogadores não treinaram. Chegamos numa fase do ano que não tem praticamente o que treinar. Quem eu colocar, pode não render bem, mas sabe o que tem que fazer. Para sábado vai ser assim outra vez, com um tempo de recuperação menor até. Agora é fazer o que é melhor para o grupo e guardar energia para ter gás no sábado.

ARBITRAGEM

– Eu não gostei da arbitragem. Se ele dá amarelo pro Thiago Heleno, não dá cartão para o Maycon. E o lance que originou falta na entrada da área, o Maycon pega a bola.



  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!