notícias

Fonte G1

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 19:03

Cartilha de férias: preparador físico do Corinthians faz recomendações

Antes de liberar os jogadores do Corinthians para as férias, a comissão técnica fez algumas recomendações individuais em relação à alimentação e atividades físicas.

Embora a cartilha seja optativa, o preparador físico Walmir Cruz disse que os jogadores que seguirem as dicas da comissão começarão o ano de 2018 à frente daqueles que optarem por exagerar na comida e bebida nas festas de fim de ano. A reapresentação será em 3 de janeiro.

– Fizemos um roteiro de férias de atividades físicas, qual devem fazer, por quanto tempo, quantas vezes por semana. Mandamos vídeos dos exercícios. Mais o roteiro da nutrição, que a gente restringe. Isso foi uma orientação para eles saberem o que fazer. Não é algo que vamos exigir. Mas, no retorno, vamos fazer uma avaliação e saberemos quem seguiu a risca e quem deixou a desejar –afirmou Cruz.

Ainda segundo o preparador, dois dados de 2017 foram apresentados aos atletas como forma de incentivo:

Veja abaixo o papo com Walmir Cruz:

GloboEsporte.com: O Corinthians joga pelo Torneio da Flórida nos dias 10 e 13 de janeiro. A ideia é montar um time para cada tempo mais uma vez?

Walmir Cruz: Sim, eles vão jogar 45 minutos cada, no segundo jogo também. Temos pouco tempo para trabalhar e no retorno a gente já inicia o Paulistão, contra a Ponte Preta, dia 17. Teremos um tempo menor para preparar em 2018, então temos de tomar precauções para que não fiquemos muito para trás do que fizemos nesse ano. Em 2017, no retorno ao Brasil, tivemos uma semana para trabalhar, um jogo amistoso (contra a Ferroviária) e iniciamos o Paulistão só em fevereiro (dia 4).

Qual a sua visão do calendário do futebol brasileiro?

O Corinthians participou de 71 jogos, só não fez mais porque ficou fora da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. Se chegássemos às finais desses dois torneios, chegaríamos a 82 jogos no ano. É muita coisa. Você vê os caras na Europa, eles participam de no máximo 50 jogos, 45 jogos. O Cássio fez 67 no Corinthians.

Renê Júnior, do Bahia, e Júnior Dutra, do Avaí, são os primeiros reforços para 2018. Como funciona a busca de vocês por informações?

Buscamos com o clube anterior. Questão de avaliações, lesões, para que a gente faça coisas preventivas para que eles não se machuquem logo no início. Tem de ter o histórico do atleta para saber, justamente, o que trabalhar com ele. Às vezes, o cara teve alguma lesão no púbis, e nós temos de fazer exames preventivos para isso. Precisamos pegar todo o tipo de informação e colocar nos nossos planejamentos, reuniões, para tomarmos o melhor caminho possível.

Danilo fará 39 anos em 2018. Quais os cuidados com ele?

Ele mostrou já no último jogo com o Sport que é um caso diferente, vai nos ajudar em determinadas situações. Precisamos ter cuidado para que não tenha os problemas que teve em 2017. Estava treinando e sentiu, teve que ficar um tempo parado. Temos de fazer ele ter uma sequência maior de treinos, não participando sempre em campo, mas lá na musculação.


  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!