notícias

Fonte G1

sexta-feira, 14 de setembro de 2018 17:00

Clayson admite que Timão joga por uma bola: "Não é feio"

O atacante Clayson defendeu a postura do Corinthians no empate sem gols com o Flamengo, na última quarta-feira, e disse que não é feio jogar na defesa e apostar nos contra-ataques.

Segundo Clayson, "não é hora de jogar bonito, é hora de vencer".

– Com o Loss a gente procurava mais propor o jogo. Falo mais pelo último jogo, que a gente se defendeu bastante. Sabemos da nossa queda de rendimento. Temos jogadores de qualidade, mas o clube teve uma queda de rendimento. A gente não pode achar que vai chegar e propor o jogo contra uma equipe de qualidade como foi o Flamengo, no Maracanã. Fomos fazer um jogo estratégico e fomos bem. Não é feio assumir que a gente vai jogar por uma bola. Temos que entender a estratégia – afirmou, em entrevista coletiva.

Clayson vinha ficando no banco de reservas, mas ganhou chance na última partida no lugar de Pedrinho. A tendência é que ele seja mantido na equipe neste domingo, contra o Sport, às 19h, em Itaquera, pela 25ª rodada do Brasileirão.

Na entrevista coletiva desta sexta-feira, o atacante ainda falou sobre as dificuldades ofensivas da equipe, os problemas pessoais que enfrentou recentemente e mostrou confiança no título da Copa do Brasil.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista de Clayson:

Problemas pessoais

– Foi um momento difícil. Primeiro veio minha lesão, depois o problema da minha filha, que ficou 28 dias na UTI. Depois que ela saiu, sete dias depois, teve o falecimento da minha sogra. Preferi guardar para mim. Não quero misturar com o trabalho, mas com certeza mexe um pouco com a cabeça. Consegui superar com as pessoas que gostam de mim, mas minha cabeça já estou boa, focada no trabalho. Quero ajudar o Corinthians, que é o mais importante.

Diferenças entre Loss e Jair

– São praticamente os mesmos jogadores, não mexeu muito na equipe. É claro que ele colocou algumas ideias dele. A gente ainda não tinha jogado com três volantes. Creio que nessa semana livre a gente vai assimilar melhor o que ele quer, entender melhor o trabalho dele. É cedo para falar.

Alerta contra o rebaixamento

– Não digo sinal de alerta, mas a gente precisa ganhar nossos jogos, embolar no pelotão da frente. E brigar na Copa do Brasil para conquistar o título. Já vencemos um, vamos em busca de outro, para igualar o número do ano passado.

Fim de ano

– A gente está psicologicamente bem, fisicamente e taticamente a gente vem melhorando bastante. Estar com a cabeça boa, focado nos jogos, voltar a ser forte dentro de casa, não perder pontos, para ter um final de ano bom. Nossa chance de ganhar mais um título é na Copa do Brasil. Vamos em busca de nos aproximarmos dos primeiros do Brasileiro e ganhar a Copa do Brasil.



  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!