notícias

Fonte G1

sábado, 11 de novembro de 2017 23:55

Diretoria tira peso do caso Vidotto e nega afastamento

Segundo o técnico Fábio Carille e a diretoria do Corinthians, o goleiro Matheus Vidotto não foi afastado, diferentemente do que o GloboEsporte.com publicou mais cedo. O quarto jogador da posição, que ficou insatisfeito por não ter entrado contra o Atlético-PR e não ter sido titular contra o Avaí, terá o futuro no clube definido na próxima semana.

Embora não tenha sido tomada essa decisão, o goleiro de 24 anos ainda pode ser afastado, já que a sua postura não agradou a comissão técnica – Vidotto tem contrato até o fim de 2018.

Após a vitória por 1 a 0 contra o Avaí, em Itaquera, os dirigentes corintianos não se mostraram muito afinados no discurso.

Minutos após o presidente Roberto de Andrade dizer que o jogador não ficou como reserva de Caíque França por um "problema médico", o diretor de futebol Flávio Adauto confirmou o desconforto com a postura do jogador, mas ironizou o peso dado pelos jornalistas ao caso do "quarto goleiro".

– Ainda não decidimos se afasta, se não afasta, se tem problema, se não tem. Estamos falando do quarto goleiro do Corinthians. A gente vai conversar com ele, saber se ele tem interesse de continuar no clube, se o clube tem interesse de ficar com ele – disse Adauto, questionado se o atleta de 24 anos ficou insatisfeito por não ter sido escolhido por Carille para jogar neste sábado.

– Não sei. E, também, se ficou insatisfeito, o problema é dele – disse o diretor.

Dois anos mais novo que Matheus Vidotto, que ainda não jogou em 2017, Caíque, com 22, chegou a quatro jogos no ano. Walter, o primeiro reserva do gol, está machucado e só voltará a jogar no ano que vem. Cássio está com a Seleção na Inglaterra – o presidente acha impossível que o titular volte para jogar.

Veja mais frases de Adauto sobre o caso:

– Eu não entendo como se dá tanta importância a isso. O quarto jogador da posição (o goleiro Matheus Vidotto), com todo respeito ao jogador, que é de futuro, mas é um jogador que eventualmente ficaria no banco de reservas e não ficou. É um problema que vamos analisar durante a semana, mas poxa vida... Um probleminha com um quarto goleiro que eu nem sei se é um problema ainda. Nós vamos analisar, segunda ou terça, e pode não acontecer nada.

– Acho que é tão pequeno esse problema diante de tudo que estamos vivendo, que eu não perderia 30 segundos do meu sono e não teria preocupação nem por 10 segundos em relação a isso. Se tiver um problema, é tão diminuto, tão pequeno... Tem muita coisa mais importante do que a possível saída de um quarto goleiro do Corinthians.

– Que importância tem isso? Não estamos falando de Jô, Pablo, Balbuena. Estamos falando de um jogador que não jogou nenhuma partida. Eu acho que isso é procurar pelo no ovo. Se todos os problemas no futebol fossem um jogador reserva não estar atuando ou não ir para o banco, Deus do céu... Nós estamos tão tranquilos, que pode acontecer problemas 10 vezes piores que não irão nos abalar. No Corinthians, uma gripe vira pneumonia. Mas ela não atinge a gente, ela fica lá.



  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!