notícias

Fonte Máquina do Esporte

quinta-feira, 9 de novembro de 2017 16:33

Globo tenta brecar site que pirateia jogos do Corinthians

A Globo tem tentado acabar, na Justiça, com um sistema ilegal de venda de transmissão de jogos do Corinthians pela internet. Desde o mês passado que a emissora procura bloquear a venda de um serviço de assinatura promovido pelo site Timão Web TV, que cobra R$ 9,90 de mensalidade para quem quiser se associar e assistir, via internet, às partidas do clube líder do Campeonato Brasileiro deste ano.

O Timão Web TV é um site registrado apenas em domínio ".com", mas ele é ligado ao site Timão Web, que produz notícias exclusivamente sobre o Corinthians, mas também não tem vínculo comercial com o clube. No sistema de consulta ao registro de domínios na internet, tanto o Timão Web quanto o Timão Web TV são de propriedade de Eduardo Fonseca Ferrez, da empresa Intend Parceria de Negócios Ltda.

Essa empresa tem apenas o site Timão Web registrado no Brasil. Curiosamente, o endereço dado por Ferrez como sendo o escritório dos dois sites é diferente. Enquanto o domínio brasileiro tem como endereço um local em Campo Grande (MS), o do site estrangeiro fica localizado na Avenida Paulista, em São Paulo.

A Máquina do Esporte tentou entrar em contato com o site para questioná-lo sobre a venda do sistema de transmissão via web de jogos do Corinthians, mas não obteve resposta. Pelo visto, não é apenas a reportagem que encontra problemas em falar com o dono do site. No "Reclame Aqui", a Timão Web TV tem 98 reclamações registradas no último ano, sem nenhuma resposta dada pelos donos do site para o consumidor. Boa parte das reclamações são de que o pedido de cancelamento do serviço não foi efetuado, ou que houve cobrança em duplicidade.

Há um mês, a reportagem da Máquina do Esporte conversou com executivos do Corinthians e da Globo questionando se o Timão Web TV tinha algum vínculo com eles. Ambos negaram qualquer ligação, e a Globo confirmou que notificaria o site. Desde então, o perfil do Timão Web TV no Facebook fez apenas uma postagem chamando para a transmissão de jogos do Corinthians, no dia 18 de outubro. Essa foi a última interação na página, que tem mais de 16 mil curtidas.

O caso é muito parecido com o do Sportflix, serviço que prometia levar ao consumidor diversos eventos esportivos por streaming. A diferença, daquela vez, é que os donos do site apareceram publicamente para dizer que iriam revolucionar o mercado. Depois que os principais grupos de mídia e os donos de direitos negaram ter qualquer vínculo com o Sportflix, o sistema, em vez de já cobrar pela assinatura, passou a dizer que só entraria no ar após ter os direitos de exibição. Até agora isso não ocorreu.


  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!