notícias

Fonte G1

domingo, 8 de julho de 2018 17:15

Loss valoriza os triunfos do Timão nos dois amistosos

O Corinthians venceu dois amistosos nos últimos dias: contra o Cruzeiro (2 a 0), e contra o Grêmio, neste domingo (2 a 1). O técnico Osmar Loss, então, valorizou os resultados para a sequência que o time terá depois da Copa do Mundo, no Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores.

– Começar ou estar num trabalho vitorioso, baseado em resultados positivos, torna o caminho mais tranquilo. Nunca é tranquilo pleno, mas é mais tranquilo. Então os resultados ajudam. Ajudam os jogadores a entenderem nossa proposta, ajudam a torcida a criar um ambiente onde a gente possa desfrutar em campo... Espero que continuemos nesse caminho de vitórias – disse.

Loss falou também sobre Matheus Matias. O atacante, contratado do ABC, fez um dos gols contra o Grêmio. O técnico explicou o planejamento para o jogador.

– Ele veio do ABC, um clube que está, proporcionalmente ao Corinthians, muito inferior. Fizemos um trabalho de adaptação para ele. E vamos deixar claro que não vamos parar, não é um gol que vai mudar isso. Cabe lembrar que o Mathias jogava na várzea até dois anos. Temos de dar recursos físicos, técnicos, táticos. Mostrou que tem estrela, temos de valorizar isso, mas a estrela precisa de muito trabalho por trás – acrescentou Loss.

Sobre o veterano Danilo, que teve chance no jogo deste domingo, Osmar Loss comentou:

– Um jogador com a história do Danilo no futebol, principalmente no Corinthians, não pode estar aqui só para fazer vestiário. Eu tive uma conversa com ele semana passada, ele sabe dos planos que a gente tem para ele. Ele tem a consciência do que ele pode. E nós sabemos como queremos utilizá-lo.

– No jogo contra o Cruzeiro, ele entrou, deu o ritmo adequado faltando 15 minutos. E hoje novamente, no meio de tantos meninos, soube controlar, dar essa cadência. Ele não está só para ajudar a controlar ambiente. Tem muita lenha ainda e vamos saber a hora certa de colocar na fogueira.

O Corinthians volta a campo na quarta-feira, às 20h, para mais um amistoso contra o Cruzeiro. É o último compromisso antes do retorno do Brasileirão, no dia 18, contra o Botafogo, em casa.

Veja abaixo outros tópicos da entrevista de Loss:

Saídas de jogadores.

– Não é nenhuma novidade para nenhum clube brasileiro. Todo mundo está tendo perda. A gente sabia, desde a efetivação. No dia da minha apresentação, o Andrés colocou isso. A do Balbuena a gente esperava, a do Sidcley foi fora do esperado. Ainda bem que tivemos a leitura de contratar o Avellar. Natural que o mercado abra. E a janela abre em agosto. Pode ter ainda muito baixa. São coisas naturais que não tem como a gente controlar.

Ralf machucado

– A gente teve uma prudência muito grande com o Ralf. Tanto que improvisamos ali. Mas a gente tomou a precaução porque ele sentiu um leve desconforto. Esses amistosos não podem e não devem fazer a gente perder jogador. Por isso a gente está trabalhando 45 minutos, dando um lastro físico, para depois a gente ter um time mais sólido quando valer os três pontos de fato.

Pedrinho e Romero juntos

– Em relação a Pedrinho e Romero, é uma questão de adequação. De como o time rende mais. Se você for olhar só para o indidivual, talvez a gente não consiga colocar essa equipe. Às vezes alguém se dedica a dar uma oportunidade um pouco mais para o outro render. Estamos pensando em não valorizar muito um e sobrecarregar o outro.

Thiaguinho

– É um menino que está aprendendo a se colocar. Muito agressivo, muito veloz. Ele disputou uma bola com o Jahel, competindo com muita disciplina. Não fez a falta e competiu com força com um cara maior do que ele.



  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!