notícias

Fonte G1

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018 16:24

Presidente diz que não há substituto para Jô no mercado interno

O Corinthians deve buscar fora do Brasil um centroavante para substituir Jô.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira ao lado de Jô, que se despediu do Timão para jogar no Nagoya Grampus, do Japão, o presidente Roberto de Andrade disse que não há um bom nome no mercado interno. Dessa forma, o novo reforço para o ataque deve vir de fora do Brasil.

– A gente sabe da dificuldade que é para achar um jogador que substitua o Jô. No mercado brasileiro a gente não enxerga muito isso nos disponíveis. Não é com facilidade que vamos repor.

Com 11 milhões de euros (R$ 43 milhões) em caixa obtidos com a venda de Jô para o futebol japonês, o Timão deve investir para contratar um substituto para o centroavante de 30 anos.

– Não mudou nada por conta das vendas do Jô e do Arana, vamos gastar aquilo que estava previsto. Primeiro temos de achar o jogador, não sei se será de graça ou custa R$ 100 milhões. Não achamos o jogador ainda, não dá nem para falar em dinheiro – destacou Roberto.

Na quarta-feira, dia da reapresentação do elenco, o gerente de futebol Alessandro ressaltou a mesma dificuldade. O Corinthians diz só ter "uma bala" e não tem pressa para achar um substituto à altura – ainda que ele esteja no mercado nacional.



  • Compartilhe:
  • Link direto:

próximo JOGO!


vídeos!