Pode acabar na Fifa? Entenda imbróglio entre Corinthians e Rojas

Pode acabar na Fifa? Entenda imbróglio entre Corinthians e Rojas
Agência Corinthians

A relação entre Corinthians e o meia paraguaio Matías Rojas está estremecida. Se dentro de campo o jogador ainda não conseguiu mostrar um grande futebol, fora de dele as dívidas referentes a sua contratação potencializam uma história que pode chegar ao fim.

Anunciado como reforço em 11 de julho de 2023, Rojas entrou em campo 30 vezes, sendo 15 como titular. Foram três assistências e nenhum gol marcado no período.

Matías Rojas chegou ao futebol brasileiro após fim de contrato com o Racing, da Argentina. Para ter 80% dos direitos econômicos dele, o Timão pagou 1,8 milhão de dólares (cerca de R$ 8,6 milhões na cotação atual) entre luvas e comissões.

O contrato do paraguaio com o Timão é válido até julho de 2027. No entanto, o vínculo pode ser encerrado bem antes do que foi acordo entre as partes. Abaixo, o ge destaca os pontos divergentes.

Dívida renegociada e atrasada várias vezes

O não pagamento dos direitos de imagem é o ponto que incomoda e faz Matías Rojas desejar deixar o Corinthians. Contratado sem custos e em uma oportunidade de negócio, o clube atrelou boa parte dos vencimentos do jogador aos direitos de imagem.

O Corinthians admite que tem encontrado dificuldade de equacionar esses pagamentos desde o ano passado, ainda na gestão de Duilio Monteiro Alves, que foi quem acertou a contratação do meia paraguaio.

Atualmente, o Corinthians deve mais de R$ 5 milhões referente a direitos de imagem atrasados até o mês de dezembro. O valor pode ser ainda maior de acordo com a atualização de juros em virtude do não pagamento das parcelas combinadas.

Em dezembro, o jogador chegou a notificar o clube sobre o atraso no acordo que havia sido selado com a administração anterior. Em janeiro, após tomar posse, Augusto Melo revelou ter chegado a um denominador comum com Rojas para o pagamento parcelado dos valores devidos. O clube pagou a parcela de janeiro, mas não depositou o valor referente ao mês de fevereiro.

Pedido de rescisão na Fifa

Uma disputa judicial poderia causar enorme prejuízo ao Corinthians, pois obrigaria o clube a quitar o valor integral do contrato do meia, que vai até 2027, em caso de condenação.

Além disso, Matías Rojas ficaria livre para assinar contrato e defender outro clube, sem qualquer compensação financeira ao Corinthians.

A possibilidade de ingressar na Fifa era um desejo do jogador já em dezembro, quando notificou o clube pela primeira vez sobre a dívida.

Rojas não treinou nos últimos dias no Corinthians. Uma fonte consultada pelo ge diz que o atleta está no Paraguai resolvendo questões particulares e avisou a diretoria alvinegra.

E dentro de campo?

O presidente Augusto Melo chegou a afirmar que acreditava na recuperação do jogador e na retomada do bom futebol após o acerto financeiro para o pagamento da dívida.

– É um atleta encantador, simpático, cumprimenta todo mundo, abraça todo mundo, está feliz, quer jogar – disse o presidente do clube, em entrevista à TV Bandeirantes. Augusto Melo ainda completou:

– É aquela história: finge que paga, finge que joga. Espero que agora ele jogue, colocamos tudo em dia.

Contratado como um reforço badalado, Rojas sofreu com seguidas lesões, esteve em campo por só 32% do tempo na temporada 2023. Neste ano, o jogador atuou em dez dos 11 jogos do Timão, sendo apenas quatro deles como titular.

Informações ge